Escritor e filósofo brasileiro diz que é hora das igrejas e templos pagarem seus impostos

No Brasil existe mais de 2 milhões de igrejas e templos,que arrecadam em nome de Deus uma fortuna de seus fiéis e o número não para de crescer no seio de uma população cada vez mais distante do conhecimento.O crescimento dos evangélicos nas últimas décadas é confirmado pelo IBGE,que aponta para cerca de 42,3 milhões de adeptos em 2010,dados que indicam que poderão ser mais da metade da população brasileira em 2020.

 

Para o filósofo Frederico Rochaferreira,autor de “A Razão Filosófica”,todos estamos pagando os privilégios especiais concedidos a um sem número de vendedores da fé:

 

“_As casas religiosas,apesar do trabalho social que realizam,não podem ficar isentas de impostos,são casas de negócios e lucrativas,por tanto,devem prestar contas de seus lucros.Não é correto isentar de impostos,esse propósito comercial religioso.Para o fato dessas instituições se ancorarem na premissa de prestadoras de serviço social,o imposto recolhido teria como destino,a educação,desse modo,as instituições estariam verdadeiramente contribuindo para erradicar o obscurantismo.Não é ético nem moral que templos religiosos sejam sustentados pelos mais humildes em sua credulidade e não é justo que paguemos os seus impostos.Dados da Receita federal indicam,que no Brasil as igrejas arrecadam cerca de R$ 60 milhões diário,isto quer dizer que o Brasil perde por ano,cerca de R$ 21,5 bilhões de sua economia.”

 

Os números citados por Rochaferreira,parecem não incomodar os senadores.Não bastasse a isenção de impostos,o Senado em março de 2016,aprovou por 55 votos favoráveis e nenhum contra,a proposta de emenda à Constituição que isenta templos religiosos,de qualquer denominação,do pagamento do imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana(IPTU).A justificativa do relator do projeto,Senador Marcelo Crivella,hoje prefeito do Rio de Janeiro,foi de que;”a criação de obstáculo para o exercício das religiões,mesmo que por meio da exigência de impostos,não é interessante,pois,como se sabe,as igrejas cumprem papel social extremamente relevante e indispensável para um país tão desigual como ainda é o Brasil”.

 

Segundo Frederico Rochaferreira,Marcelo Crivella não fala como um político preocupado com causas sociais,mas como porta-voz de sua igreja e assim muitos outros,infiltrados nas Casas Legislativas.Diz o filósofo,que a religião hoje não cumpre mais o papel civilizador de que foi protagonista.

 

“_O papel social que nos dias de hoje deve caber às igrejas,é o de fomentar valores probos,não mais difundir a credulidade,deve voltar a religião às primeiras origens e trazer de volta o objetivo primeiro para que foi criada,isto é,civilizar o homem primitivo dando-lhe uma formação ética.O homem já está civilizado,as instituições de direito bem estabelecidas,o mundo globalizado,portanto as amarras da religião fixando os mais simples de espírito ao primitivismo de dois mil anos atrás,aprisionando-os à crença,cerceando-lhes a liberdade de conhecimento,não faz sentido,o que faz sentido,é a religião voltar-se a uma formação ética dos tempos modernos,que o homem insiste em querer não possuir e pela natureza do bem que envolve o corpo da religião,esse objetivo pode ser alcançado e em grande plenitude.”

 

Frederico lembra que vivemos num país laico,por isso,devemos pensar as instituições religiosas,como pensamos as demais instituições e seria um grande passo,pensar e realizar na frente de outros países,que já estudam firmemente essa possibilidade.

 

“_Segundo as Escrituras Sagradas deve-se “Dar a César o que é de César”,o que significa,pagar os seus tributos.Observar pois esta ordenança bíblica deve ser obrigação das casas religiosas e dever do poder público fazer cumprir essa ordenação,simples e clara,a pelo menos dois mil anos.

 

 

17/02/2017.

 


 

 

 

igreja-imposto-500x361

 

 

 


 

 

 

Texto extraído do site:

 

https://noticias.terra.com.br/dino/escritor-e-filosofo-brasileiro-diz-que-e-hora-das-igrejas-e-templos-pagarem-seus-impostos,14f19fc3ebbabae8778e0ecc6fac45e173kvkz11.html

 

 


 

Anúncios

One comment on “Escritor e filósofo brasileiro diz que é hora das igrejas e templos pagarem seus impostos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s