Como o seu Preconceito Impede Qualquer Perspectiva de Sustentabilidade…

Meio ambiente não remete apenas à natureza.Também não se define somente no modo como o ser humano relaciona-se com o emaranhado de significados que o ambiente natural nos oferece.Meio ambiente relaciona-se também,e sobretudo,às relações múltiplas intra espécie que a humanidade tem consigo mesma,e que refletem diretamente em formas de atuar sobre a Terra.Nesse sentido,toda e qualquer possibilidade de luta pela construção de uma realidade melhor e sustentável para o mundo humano passa necessariamente por mudanças de comportamentos tradicionais do homem.

São vários os hábitos,traços culturais que a maioria da humanidade carrega em si como valores e que são fatores extremamente preocupantes no sentido de justiça social e ambiental..Vale ressaltar que nenhuma perspectiva de sustentabilidade pode ser vislumbrada se nos meandros de vivência social a humanidade continuar a perpetuar discursos de ódio,opressão e desvalorização humana.Esses discursos funcionam não meramente como palavras:possuem um sentido muito mais profundo e atuante;carregam em si o sofrimento de bilhões de pessoas,muitas das quais perdem a vida sem qualquer possibilidade de defesa.

Dentre todos os discursos de ódio,os calcados no preconceito são os que mais me preocupam.Fortalecidos pelo egoísmo daqueles que se julgam donos da verdade extrema,disseminam-se em pequenos gestos,em crimes de violência física,ou no cercear do direito à existência básica,como a qualidade de vida e acessos a direitos.A pergunta que fica é:como é possível perceber possibilidades de valores sustentáveis,como a manutenção da qualidade de vida das gerações futuras,e dos seres vivos que conosco vivem em inúmeros ecossistemas,se muitos de nós insistimos em posicionamentos de superioridade e força,dentro de nossas próprias famílias,entre amigos,colegas de trabalho e até mesmo com pessoas que nunca tivemos contato?Por qual razão julgamos sem critérios uns aos outros?Como estruturamos discursos de ódio e desconsideramos o âmbito de que todas as pessoas merecem e têm direto à liberdade?

O ódio contra os homossexuais,muitas vezes amparado pelo discurso religioso,fere e mata dezenas de pessoas todos os dias.Como pode?Como é possível que,mesmo no “âmbito do divino”,pessoas julguem-se melhores e passíveis de ferir e humilhar?O machismo mantém-se estável,e com elevados índices de violência simbólica e física contra mulheres em todo o mundo e,somado aos dados sobre a discriminação e segregação racial(principalmente contra negros)em todos os países,torna-se um coeficiente assustador,desgraçado e vergonhoso para um sociedade global que vive em rede,com grande potencial de troca de informações.

Em suma:desconsidere todos os males que o ser humano provoca ao planeta.Desconsidere todas as políticas de defesa ambiental.Enquanto a humanidade não aprender a respeitar-se como espécie,toda e qualquer possibilidade de sustentabilidade será reduzida a frangalhos.Migalhas de uma espécie que aprendeu e evolui cultural e biologicamente,mas que aparentemente cresceu também a guisa do sofrimento,do sangue e da morte dos seus.

Abandone seus preconceitos.Permita que a liberdade das pessoas seja um pressuposto fundamental.Ser livre é o principal direito de qualquer ser vivo nesse planeta e nenhum de nós somos superiores o suficiente para nos considerarmos seres capacitados para definir a existência de ninguém à guisa daquilo que consideramos verdade.

                                Opinião de Delton Mendes Francelino

                                            [_________Texto extraído do site:www.barbacenaonline.com.br]

tumblrintelectopreconceito

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s