Gatilho da memória e autofluxo:copilotos da aeronave mental.

Gatilho da memória:a fonte da interpretação inicial

O Eu,que representa a capacidade de escolha,não está sozinho em sua magistral tarefa de construir experiências psíquicas.O gatilho da memória e do autofluxo são dois fenômenos inconscientes que leem a memória e constroem cadeias de pensamento.Usando a metáfora da aeronave,esses dois fenômenos são importantíssimos copilotos da aeronave mental.

O gatilho é acionado em milésimos de segundo por um estímulo extrapsíquico(imagens;sons;sensações táteis,gustativas,olfativas)ou intrapsíquico(imagens mentais,pensamentos,fantasias,desejos,emoções)e abre janelas da memória,ativando a interpretação imediata.Todos os dias,milhares de imagens que vemos são interpretadas rapidamente pelo acionamento do gatilho da memória e pelas consequentes aberturas das janelas.

Esse processo ocorre sem a intervenção do Eu.Portanto,as primeiras impressões e interpretações do mundo são inconscientes.Diariamente também,milhares de palavras escritas ou faladas são identificadas não pelo Eu,mas pelo pacto do gatilho,abrindo múltiplas janelas da memória.Por isso,esse fenômeno também é chamado autochecagem da memória.

Se dependesse do Eu encontrar cada janela a partir dos estímulos com que temos contato,não teríamos uma resposta interpretativa inicial tão rápida,não seríamos a espécie pensante que somos.A ação do gatilho da memória é fenomenal.

Ele checa os estímulos a partir de bilhões de dados na memória com uma rapidez surpreendente.Você ouve uma palavra e imediatamente tem o significado dela,se já a havia assimilado previamente.Assim,temos consciência instantânea dos estímulos exteriores.Sem esse fenômeno,o Eu ficaria confuso e não identificaria a linguagem,o rosto das pessoas,os sons do ambiente,a imagem da residência,do carro,do celular.

Um inimigo que mora em casa

Se por um lado o gatilho da memória é um grande auxiliar do Eu,por outro pode causar grandes desastres.Quando abre janelas erradas ou doentias,leva a interpretações superficiais ou preconceituosas,fobias,aversões ou,no caso das drogas,a uma atração fatal.Portanto,o gatilho da memória,que é um copiloto ou ator coadjuvante do Eu,pode também escravizá-lo.

Quem tem claustrofobia,medo de lugares fechados,sabe muito bem disso.Quem tem a síndrome do pânico,embora não conheça o pacto entre o gatilho e as janelas doentias da memória,sabe como ela é cruel,embora sem dúvida possa ser superada.

Quando um pensamento perturbador,um aperto no peito,palavras ou imagens abrem arquivos doentios,o Eu entra numa armadilha psíquica para a qual não se havia programado,o que bloqueia sua lucidez e sua coerência.Se não souber pilotar a aeronave mental nessas situações,ele ficará dominado ou paralisado.

Certa vez,um aluno brilhante foi mal numa prova e registrou um trauma ou janela killer.Ele havia estudado,sabia a matéria,mas ficou tenso,desenvolveu a síndrome do circuito fechado da memória e não conseguiu recordar as informações.Ficou abalado e registrou essa frustração.Estudou mais ainda para a próxima prova.Quando chegou o dia,o gatilho da memória entrou em cena e abriu a janela killer que tinha o arquivo do medo de falhar e novamente fechou o circuito da memória.

O resultado?Não conseguiu abrir os demais arquivos que continham as informações que estudara.Teve uma ansiedade intensa e um péssimo rendimento intelectual.Toda vez que ia fazer uma prova ocorria o mesmo drama.Perdera a confiança em si.Foi erroneamente considerado relapso,irresponsável,deficiente,infelizmente,dezenas de milhares de alunos que poderiam brilhar no teatro social são excluídos porque não sabem controlar seu estresse,não sabem romper o cárcere das janelas killer.

Uma das minhas súplicas à educação mundial é que professores,psicopedagogos e psicólogos conheçam a última fronteira da ciência:o processo de construção de pensamentos e as armadilhas que ele contém.Mas são fenômenos novos raramente conhecidos.Esses profissionais nem sequer ouviram falar que o Homo sapiens vivencia a síndrome do circuito fechado da memória,que o faz reagir por instintos,como se estivesse numa grave situação de risco.

Nesse momento,o Eu,que representa a capacidade de decidir ou escolher,não tem acesso a milhões de informações para dar respostas inteligentes quando está diante das provas,das perdas,dos desafios,das crises e dos percalços da vida.

E você,como controla seu estresse quando o mundo desaba sobre sua cabeça?Seu Eu reage por instinto,agride quem o agrediu,ou recolhe dentro de si,critica o circuito fechado da memória e recupera sua liderança?

Aprender a gerenciar os pensamentos perturbadores e a proteger a emoção faz toda a diferença para você controlar o estresse e atingir o ponto de equilíbrio.

Entretanto,saiba que você,eu ou qualquer outro ser humano jamais seremos plenamente equilibrados.Até porque cada pensamento se organiza,experimenta o caos e se reorganiza em outros pensamentos,o que evidencia que o psiquismo humano está em constante “desequilíbrio” no processo construtivo.Tal desequilíbrio é normal.

Mas uma coisa é o “desequilíbrio do processo construtivo” dos pensamentos e emoções;outra é o “desequilíbrio do gerenciamento do Eu” das nossas reações,atitudes,respostas.Este último é doentio,expressa as inabilidades do Eu como gestor psíquico.

Mas,baseado em minhas pesquisas sobre a mente humana por décadas e na atuação em mais de 20 mil sessões de psicoterapia e consultas psiquiátricas,afirmo que todos temos desequilíbrios do gerenciamento do Eu.

Por quê?Por causa das armadilhas existentes nos bastidores da mente,das janelas killer ou traumáticas que desenvolvemos ao longo da vida e,em especial,porque nosso Eu não é educado da pré-escola à universidade para gerir a psique.Nosso Eu,que representa a consciência crítica e a capacidade de escolha,é formado de maneira frágil,insegura,reativa(reage pelo fenômeno “bateu-levou”),sem ter habilidade para proteger a memória e a emoção.Por isso,a pessoa mais calma terá seus momentos de estresse angustiante,o ser humano mais coerente terá em alguns momentos reações estúpidas que deixarão seus íntimos perplexos.

Como está o controle de suas tensões?Você é plenamente equilibrado(a)?

Todos experimentamos desequilíbrios,é certo.

Mas quero deixar bem claro que pessoas excessivamente desequilibras – portanto,impulsivas,flutuantes,punitivas,autopunitivas,cobradoras,autocobradoras – são causadoras de desastres sociais na família,na escola,na empresa.Elas se tornam fonte de estresse para si e para os outros.

Recentemente,ao dar conferências para um público formado por cerca de 5 mil professores,psicólogos e profissionais liberais,perguntei:Quem cobra demais dos outros?Cerca de 20% a 30% dos participantes levantaram a mão.Depois,como sempre faço,perguntei:Quem cobra demais de si mesmo?E infelizmente,a resposta é sempre a mesma em todos os lugares em que dou conferências,dos EUA à Colômbia,da Espanha a Dubai.

Mais de 60% levantaram a mão.São profissionais eficientes,mas,mais uma vez afirmo,carrascos de si mesmos.Quem cobra demais de si é um autossabotador,pois aumenta os níveis de exigência para ser feliz,realizado,relaxado.Comete um crime contra sua qualidade de vida.

Você é um(a)autossabotador(a)da tranquilidade e da felicidade?Você comete esse crime?

O fenômeno do autofluxo:a fonte de entretenimento

Autofluxo é um fenômeno inconsciente de vital importância para o psiquismo humano.

O Eu faz uma leitura lógica,dirigida e programada da memória,ainda que incoerente e destituída de profundidade.Já a leitura do autofluxo é diferente.

Ele faz uma varredura inconsciente,aleatória,não programada dos mais diversos campos da memória,produzindo pensamentos,imagens mentais,ideias,fantasias,desejos e emoções no teatro psíquico.Cria os pensamentos que nos distraem,imagens mentais que nos animam,emoções que nos fazem sonhar.

Leva-nos a ser viajantes sem compromisso com o ponto de partida,a trajetória e o ponto de chegada.

Todos somos viajantes no universo da mente,por causa não do Eu,mas do fenômeno do autofluxo.Diariamente,cada ser humano ganha vários “bilhetes do fenômeno do autofluxo” para viajar pelos pensamentos,pelas fantasias,pelo passado,pelo futuro.

Quantas vezes nosso Eu fica surpreso com a criatividade de nossa mente!O responsável?O fenômeno do autofluxo,que mantém vivo o fluxo das construções intelecto-emocionais a cada momento existencial.Um presidiário pode ter o corpo confinado atrás das grades,mas sua mente está  livre para pensar,fantasiar,sonhar,imaginar.Sem esse fenômeno,os presidiários se suicidariam coletivamente.

O fenômeno do autofluxo pode causar problemas,mas sem ele morreríamos de tédio,solidão,angústia existencial,teríamos depressão coletiva.

A meta fundamental desse fenômeno inconsciente é ser maior fonte de entretenimento humano.

Se o autofluxo não for adequadamente livre e criativo ao longo da vida,a pessoa será triste,mesmo tendo todos os motivos para ser feliz.Será pessimista,mórbida,ingrata,chafurdará na lama das reclamações,mesmo com todas as razões para agradecer por seu sucesso,família,amigos.

 Educadores que cobram excessivamente dos filhos e alunos,que os comparam,punem,criticam,podem gerar pessoas que nunca se sentirão realizadas.

Mentes agitadas

Nunca a mente humana esteve tão estressada quanto na atualidade.Alguns têm tão agitada que não concentram e têm déficit de memória.Não prestam atenção quando estão lendo um livro(parece que não gravam nada da leitura)ou ouvindo alguém(ficam minutos em outro mundo).Excitaram tanto o fenômeno do autofluxo que desenvolveram,como estudaremos,a Síndrome do Pensamento Acelerado(SPA).Suas mentes são hiperpensantes,inquietas,preocupadas.

Você gasta grande parte do tempo envolvido(a)com o mundo dos seus pensamentos?

Na atualidade,o autofluxo,que deveria ser uma fonte de entretenimento,tornou-se a maior fonte de ansiedade e terrorismo psicológico.Se não aprendermos a gerenciar a produção de pensamentos,poderemos viver a pior prisão do mundo em nossa mente.

[_______Texto extraído do Livro:”Controle O Estresse”,de Augusto Cury.]

cerebro-enamorado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s